top of page
rodape.png

Como funciona a mediação de conflitos?


A medição de conflitos em uma câmara arbitral é realizada por meio de procedimentos específicos e pode variar de acordo com as regras e regulamentos da câmara em questão. Geralmente, o processo de medição de conflitos segue algumas etapas básicas, que são as seguintes:

1. Recebimento da demanda: A câmara arbitral recebe a demanda de uma das partes em conflito, que deve apresentar os fatos e argumentos que justificam a arbitragem.

2. Nomeação do árbitro: A câmara arbitral nomeia um ou mais árbitros para conduzir o processo de arbitragem. Esses árbitros são geralmente especialistas na área do conflito em questão.

3. Procedimento arbitral: O procedimento arbitral é conduzido de acordo com as regras e regulamentos da câmara arbitral. As partes apresentam suas alegações e provas, e os árbitros ouvem as testemunhas e peritos, se for o caso.

4. Decisão arbitral: Após analisar todas as provas e argumentos apresentados pelas partes, os árbitros tomam uma decisão final e vinculativa, que é chamada de laudo arbitral.

5. Cumprimento do laudo arbitral: As partes devem cumprir o laudo arbitral, que tem o mesmo efeito legal que uma sentença judicial.

A medição de conflitos em uma câmara arbitral é geralmente mais rápida e menos formal do que um processo judicial tradicional. Além disso, as partes têm mais controle sobre o processo e podem escolher um árbitro especializado na área do conflito em questão. No entanto, a decisão arbitral é vinculativa e final, o que significa que as partes devem cumpri-la, a menos que haja motivos legítimos para contestá-la. Fale conosco e traga seu caso para a Câmara Arbitral GV!

60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


rodape.png
bottom of page